BIOGRAFIAS DE PINTORES BRASILEIROS

BIOGRAFIA:

Minha foto
São Paulo, São Paulo, Brazil
Pintor e desenhista autodidata de São Paulo - Capital. Começou pintando com tintas a oleo e hoje utiliza tintas acrilicas em diversos estilos. Exposição permanente na Galeria Aberta e Catalogado no Hall Brasil e Catalogo de Artes. Recebeu premio ARTMAJEUR - SILVER AWARDS 2011/2012/2013 (França). Exposição Coletiva em Minas Gerais 2011 com Participação Especial. Exposição Giro na Arte - Porto Alegre - RS - 2012. Exposição Giro na Arte - Porto Alegre - RS - 2013. Artista Catalogado como Talento Acrilex Brasil.

sábado, 30 de abril de 2011

PEQUENA CECILIA.

Temos ai um novo quadro impressionista, pintado agora em tinta acrilica que esta em anexo para avaliação e comentarios de todos. Quadro enviado para Exposição em Minas Gerais em Junho e Julho de 2011.

terça-feira, 26 de abril de 2011

Recebi hoje a informação do Recebimento do premio Silver Award 2011 de meu Site de Arte que esta hospedado na França abaixo se puderem dar uma olhada, very hapy:


Artmajeur - Silver Award 2011          



 

sábado, 23 de abril de 2011

E.F.C.B - Estrada de Ferro Central do Brasil.

Abaixo mais um quadro novissimo em Painel  50 x 40 pintado com Tinta acrilica.

Convite para exposição de arte 1ª Exposição Galeria Aberta/CaisArt's  na Galeria Municipal de Vila do Conde - Portugal. 

Exposição confirmada no Instituto Histórico e Cultural de Minas Gerais, XX-V Salão de Artes Plasticas de 25 de Junho a 09 de Julho de 2011.    


domingo, 3 de abril de 2011

NOVA OBRA - PAISAGEM DE NIVEL - RELEITURA DE TARSILA

Pessoal, estou colocando as fotos de um novo quadro pintado hoje.

Trata-se de uma Releitura de Tarsila pintada em 1925, abaixo uma critica da obra da epoca.

Mas de sua produção de 1925, como diz Geraldo Ferraz, 'tem coisas que ficam na sensibilidade de quem tinha visto os quadros de dona Tarsila. Assim é esse admirável  La Gare [P080], com uma geometrização da realidade viva, quadro que é um flagrante duma estação que nunca existiu, mas de onde ninguém quereria partir.E também Passagem de nível, de 1925, é um prolongamento da fascinação das locomotivas, dos trilhos, dos sinais luminosos, essas coisas que o burguês entendido em coisas de arte acha tão banais para ocuparem uma tela...'." Ferraz, Geraldo. A Exposição de pintura de amanhã. Diário da Noite, São Paulo, 16 set. 1929. Apud Amaral, A. 2003b, p. 208-209.

Espero novos comentarios.